Como prevenir o câncer de garganta na terceira idade?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Nem todos os tipos de câncer de garganta conseguem ser evitados, mas os riscos para esses tipos podem ser diminuídos, evitando os fatores de risco. Uma maneira de conseguir evitar os riscos mais conhecidos é parar de fumar e evitar o consumo de álcool. A indicação é que esses cuidados sejam tomados desde jovem.

Na terceira idade, os homens representam um dos grupos com maior incidência de câncer de garganta. Mesmo assim, para aqueles que ainda não apresentaram alguns dos sintomas, podem começar a evitar certos hábitos para conseguir continuar tendo uma saúde boa e evitando esse tipo de câncer.

Prevenção começa desde cedo

O tabagismo é um dos principais causadores do câncer de garganta Manaus, por exemplo. Aqueles que não são fumantes ou ser apenas fumante passivo, já diminui os riscos. O consumo excessivo de álcool também é um dos fatores que conseguem aumentar bastante o efeito cancerígeno do fumo, de maneira que é muito importante evitar a combinação de beber e fumar.

Outro ponto importante é estar em ambientes que sejam bem ventilados, com respiradores industriais para quem tem contato com produtos químicos que sejam potencialmente cancerígenos.

Além disso, ter uma dieta equilibrada e saudável consegue contribuir para a diminuição dos riscos de ter câncer de garganta, além de outros diversos tipos. A recomendação é ter uma alimentação que contenha diferentes alimentos saudáveis, procurando dar bastante atenção aos alimentos vegetais.

Assim, na alimentação diária é preciso ter alguns cuidados para conseguir inserir uma boa quantidade de frutas e legumes, assim como procurar se alimentar de grãos integrais, como arroz, feijão, macarrão, pães e cereais. Diminuir o consumo de carne vermelha e as processadas contribuem também para diminuir o câncer.

Sinais e sintomas do câncer de garganta

Muitos dos sinais que podem ser identificados também podem ser causados por outras doenças e outros tipos de câncer, assim, quanto mais cedo for realizado um diagnóstico para começar um tratamento, mais chances há de se curar. Por isso, ao sinal de algum dos sintomas, procurar um médico é muito importante. Confira os principais:

– Irritação, dor na garganta, sensação de algo preso ou entalado na garganta;

– Dificuldade para mastigar ou engolir;

– Dificuldade para movimentar a mandíbula ou a língua;

– Perda de peso;

– Mau hálito persistente;

– Caroços no pescoço;

– Mudanças na voz ou respiração ruidosa;

– Inchaço da mandíbula fazendo com que a dentadura ou prótese incomode ou perca o encaixe;

– Nódulo ou espessamento na bochecha;

– Área avermelhada ou esbranquiçada na amigdala, revestimento da boca, gengivas ou língua.

Esses são alguns dos sintomas que podem ser identificados para o câncer de garganta, assim como outros tipos de câncer, como o de boca.

Na terceira idade, é importante estar cada vez mais atento aos sinais que o corpo dá, procurando o mais rápido o atendimento de um especialista.

Evitar os fatores de riscos para aqueles que não apresentam os sintomas é a melhor prevenção para câncer de garganta.

Veja Mais

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *