Melhores exercícios para idosos

Quando chega a terceira idade, a visão de muitos é que não é possível que um idoso leve uma vida fitness e é aí que começa o engano.

Não é apenas possível, mas também muito recomendado que as pessoas mais velhas, assim como as mais novas, adotem as práticas de exercícios para um melhor funcionamento da saúde.

Praticar exercícios físicos, com a recomendação de um médico e acompanhamento e orientação de um profissional de educação física ou fisioterapeuta, proporciona muitos benefícios, como aliviar dores, fortalecer os músculos e as articulações e evitar que apareçam lesões e algumas doenças crônicas, como pressão alta e diabetes.

Musculação, caminhada e hidroginástica, são alguns dos exercícios indicados para que os idosos pratiquem pelo menos 3 vezes por semana. Abaixo listamos mais alguns e diremos mais sobre seus benefícios. Confira!

Musculação

A musculação é um ótimo exercício para os idosos, pois além de fortalecer e aumentar a resistência da musculatura, melhora a postura e aumenta a densidade óssea, fazendo com que os ossos fiquem mais fortes, evitando o seu desgaste e riscos de fratura, que são muito comuns de acontecer devido ao processo natural de destruição e diminuição da atividade das células do processo de formação do osso.

Alguns exercícios de musculação exigem maior condicionamento físico, por isso, é recomendado que o idoso realize um check-up médico para avaliar a capacidade do pulmão e do coração antes de iniciar a prática desses exercícios.

Como foi dito anteriormente, após a liberação do médico, é de extrema importância que a musculação seja feita sob orientação de um profissional de educação física para que não aconteçam lesões e não exista nenhum risco físico para o idoso.

Caminhada

Um dos benefícios que a caminhada promove é o convívio social, mas mais do que isso, é capaz de fortalecer os músculos, as articulações e melhorar o ritmo cardíaco.

Ao caminhar, é importante que as costas e os ombros estejam eretos e é recomendado o uso de tênis confortáveis, com amortecimento.

É preciso manter sempre o mesmo ritmo, que deve ser um pouco mais acelerado do que o ritmo que se caminha normalmente e o idoso deve começar por trajetos mais curtos e ir aumentando a distância, até que seja possível fazer caminhadas de 30 a 60 minutos, pelo menos três vezes por semana.

Para evitar lesões e alterações na circulação do sangue, que podem ocorrer em caminhadas quando o braço permanece muito tempo para baixo, é muito importante fazer alongamentos antes e depois da caminhada.

Para evitar o acúmulo de sangue nas mãos, o idoso pode optar por manter os braços flexionados como se fosse realizar uma corrida ou caminhar apertando uma bolinha para favorecer a circulação do sangue.

Hidroginástica

A hidroginástica faz com que todos os músculos do corpo sejam exercitados e a água proporciona o relaxamento das articulações, promovendo alívio de dores e desenvolvendo força e resistência para o corpo.

Além disso, a hidroginástica melhora também o ritmo cardíaco e a saúde dos pulmões.

Pilates

O pilates ajuda muito na estimulação da articulação sanguínea e aumento da flexibilidade e força. Favorece também a coordenação dos movimentos.

Além disso, ajuda também a melhorar a postura e diminuir o estresse.

More to explorer

Across.

Com mais de 10 anos no mercado, nossa empresa busca desenvolver um departamento de recursos humanos alinhado e competente que auxilie na organização de recrutamentos e seleções, além da retenção de talentos.

Contato.

Todos os direitos reservados – Across RH 2019