Saúde em Pauta – Distúrbios alimentares podem acometer idosos? Saiba hoje!

À medida que a população envelhece, a saúde dos idosos torna-se uma preocupação cada vez maior. Distúrbios alimentares, como anorexia, bulimia e transtorno da compulsão alimentar, são comuns em jovens adultos e adolescentes, mas acredita-se que esses transtornos também possam afetar idosos. 

No entanto, a falta de conhecimento sobre distúrbios alimentares em idosos pode levar a um diagnóstico tardio ou a uma falta de tratamento adequado. 

Pensando nisso, neste artigo, exploraremos se os distúrbios alimentares podem afetar idosos e tudo sobre o problema. Confira!

1. Distúrbios alimentares em idosos: é possível?

Os distúrbios alimentares são normalmente associados aos jovens, mas o que muitas pessoas não sabem é que eles podem acometer pessoas de todas as idades, inclusive os idosos. 

Então, sim, infelizmente é possível que os idosos desenvolvam distúrbios alimentares, como anorexia, bulimia e transtorno da compulsão alimentar.

2. Causas dos distúrbios alimentares em idosos

Os idosos podem desenvolver distúrbios alimentares por várias razões, incluindo a perda de um ente querido, aposentadoria, isolamento social, depressão e outras questões emocionais e psicológicas. 

Além disso, as mudanças físicas que ocorrem com a idade, como a diminuição do paladar e do olfato, podem afetar o apetite e a ingestão alimentar.

À medida que envelhecemos, nossas necessidades nutricionais mudam. É importante manter uma dieta equilibrada e consumir calorias suficientes para garantir a saúde e o bem-estar. No entanto, muitos idosos estão em risco de distúrbios alimentares, como a anorexia, que podem ser perigosos para a saúde.

A recomendação de ingestão calórica diária para idosos é em torno de 1800 calorias por dia, que é menor em comparação com pessoas mais jovens. Isso se deve à redução da atividade física e à diminuição do metabolismo basal do organismo. 

No entanto, estudos mostram que cerca de 40% dos adultos mais velhos consomem menos de 1500 calorias por dia e, o que é mais preocupante, cerca de 16% a 18% consomem menos de 1000 calorias diárias. Esse baixo consumo de calorias pode indicar um risco de anorexia nos idosos.

A anorexia é um distúrbio alimentar caracterizado pela restrição alimentar e uma preocupação excessiva com a imagem corporal. Muitas vezes, os idosos podem desenvolver anorexia devido a problemas de saúde ou à perda de apetite relacionada à idade. 

Infelizmente, a anorexia em idosos é frequentemente subdiagnosticada e subtratada, o que pode levar a complicações de saúde graves, como fraqueza muscular, perda óssea e infecções.

Ademais, outros distúrbios alimentares, como a bulimia e a compulsão alimentar, também podem afetar os idosos. A bulimia é caracterizada por episódios de compulsão alimentar seguidos por métodos compensatórios para evitar o ganho de peso, como vômitos ou uso de laxantes. 

Já a compulsão alimentar envolve a ingestão excessiva de alimentos em um curto período de tempo, sem métodos compensatórios.

3. Prevenção e tratamento

A prevenção dos distúrbios alimentares em idosos envolve a promoção de uma dieta saudável e equilibrada, acompanhamento regular com um profissional de saúde e atividade física regular. 

O tratamento pode incluir terapia individual ou em grupo, terapia cognitivo-comportamental, terapia nutricional e medicamentos prescritos por um médico.

Além disso, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem ajudar a prevenir complicações e melhorar a qualidade de vida. Portanto, se você ou alguém que você conhece estiver apresentando sinais de um distúrbio alimentar, procure ajuda médica imediatamente.

More to explorer

Across.

Com mais de 10 anos no mercado, nossa empresa busca desenvolver um departamento de recursos humanos alinhado e competente que auxilie na organização de recrutamentos e seleções, além da retenção de talentos.

Contato.

Todos os direitos reservados – Across RH 2019